Após o começo ruim no Gauchão e a recuperação recente, o jogo contra o São Paulo, nesta quarta-feira, às 21h45min, na Arena, vale para definir o tamanho do Gre-Nal para o Grêmio. Dependendo do que acontecer na rodada desta noite, o Tricolor decidirá contra o maior rival a sua classificação às quartas de final. “É mais uma final para nós”, definiu o meio-campista Cícero. “Geralmente, o estadual é algo mais tranquilo. Aqui não, foram seis decisões seguidas e hoje é a sétima”.

Se vencer o São Paulo e contar com tropeços de Juventude, Novo Hamburgo e Cruzeiro, o Grêmio garante vaga antecipada. Caso contrário, precisará conquistar ponto(s) no Beira-Rio. Por isso, o assunto Gre-Nal segue proibido, até o fim do jogo de hoje, considerado decisivo.

Nessa terça-feira, o técnico Renato Portaluppi comandou um treino tático, de intensidade leve, para organizar o time que vai a campo hoje. Os portões estavam fechados. A tendência, reforçada pela aparição de Hernane nas entrevistas coletivas, é que o centroavante inicie sua primeira partida como titular. “Não me cobro muito, ainda falta um pouco de ritmo de jogo. Independentemente de quem fizer o gol, o importante é o Grêmio ganhar a partida”, disse o recém-chegado.

Com a escalação de um centroavante, Cícero pode atuar no meio-campo, mais perto de sua função preferida, que é como volante, jogando “de frente para o campo”, ou seja, vindo de trás. “Sempre gostei de ser cobrado na vida, mas é melhor você ser cobrado jogando onde você se sente mais à vontade”, declarou o jogador. “O Renato sabe disso e já me recuou um pouco. Ainda não é a minha, mas eu consigo me adaptar”, indicou.

Depois de três meses, Arthur voltou a ser relacionado. Recuperado de lesão no tornozelo, o volante deve ficar no banco e tornar-se opção para o Gre-Nal. Luan está fora e seguirá sendo a maior dúvida para o clássico.

Ernesto Guedes lidera São Paulo
O São Paulo entrará em campo na Arena desesperado por uma vitória diante do Grêmio. Na lanterna, com apenas seis pontos conquistados, o time precisa de um verdadeiro milagre para sair da zona de rebaixamento. Além de ter que vencer o Tricolor em Porto Alegre, precisa torcer por tropeços de Novo Hamburgo e Juventude.

O clube conta agora com o técnico Ernesto Guedes para tentar sair dessa situação. Em conversa com o Correio do Povo, o treinador garantiu que seu time acredita que sairá da Arena com um resultado positivo. “O grupo está confiante. Ninguém tem medo de nada. Vamos para ganhar o jogo e procurar não deixar o Grêmio jogar”, projetou.

Guedes afirmou que o momento é de esquecer o que aconteceu no Gauchão e pensar no que pode ser feito para evitar o rebaixamento. “Não há trauma, não há problema, não há guarda baixa. Isso faz parte do futebol. Só erra quem faz. Baggio, Zico e outros grandes jogadores erraram pênaltis. Qual o problema? Ninguém gosta que isso aconteça, mas não é elemento para criar um trauma para isso abalar o time contra o Grêmio”, declarou.

Gauchão 2018 – 11ª Rodada

Grêmio
Marcelo Grohe; Madson, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Jailson, Ramiro e Cícero; Everton e Hernane. Técnico: Renato Portaluppi.

São Paulo

Nicolas; Falcão, Pedro, Gulithi e Tiago Machado; Ton, Labarthe, Anderson Pico e Lorran; Rafael Pilões e Janderson. Técnico: Ernesto Guedes.

Árbitro: Márcio Coruja
Local: Arena.
Horário: 21h45min.

FONTE: Correio do Povo
FOTO: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr

CURTA A PÁGINA DO PORTAL MAIS NOVIDADES NO FACEBOOK CLICANDO AQUI