Inquérito aponta três menores de idade por prejuízos em escola de Campo Novo – RS

Nesta sexta-feira, 29 de setembro, a Polícia Civil de Campo Novo concluiu as investigações do crime de dano ao Patrimônio Público ocorrido na madrugada da última segunda-feira, 25 de setembro, junto à Escola São Francisco de Sales. Na ocasião, foram danificadas/depredadas sete câmeras de video-monitoramento e dispositivos de foto-células, danos em pontos da rede elétrica e quebra de vidros de salas (com prejuízo superior a cinco mil reais), bem como, em atitude mais reprovável ainda, foram urinados alguns ambientes do local. A autoria recai sobre três adolescentes infratores (de 13, 14 e 16 anos), um deles egresso da Escola, os quais foram inquiridos na Delegacia e assumiram a autoria do ato infracional.

O Procedimento Policial será encaminhado ao Ministério Público com fins de responsabilização penal dos adolescentes infratores. A pena para o crime dessa natureza (artigo 163, Parágrafo único, III, do Código Penal) pode alcançar 3 anos de detenção, que, por se tratar de ato infracional praticado por adolescentes, terá observado o regramento processual do Estatuto da Criança e do Adolescente, que prevê as possibilidades de internação em estabelecimento educacional, inserção em regime de semiliberdade, liberdade assistida, prestação de serviços à comunidade, obrigação de reparar o dano e advertência.

Segundo o delegado Vilmar Alaídes Schaefer, que de público parabeniza a Equipe pela pronta-resposta, fatos dessa natureza não serão tolerados e sempre terão ação repressiva imediata com fins de restabelecer a ordem pública e coibir ações similares “ante o efeito pedagógico negativo” que causam.

FONTE:DP/ Campo Novo
FOTO: Reprodução/GoogleMaps

CURTA A PÁGINA DO PORTAL MAIS NOVIDADES NO FACEBOOK CLICANDO AQUI